segunda-feira, setembro 02, 2002

PIRANHAS DA WEB

Essas são piranhas: Do que as mulheres gostam

Um bando de vagabundas metidas a dar conselhos sobre o que outras devem fazer. E aí soltam pérolas de piranhanhice como essas:

...ando precisando aumentar a convivência do meu estrogênio com ALGUMA testosterona de plantão..... - Ou seja, a vagabunda tá topando qualquer coisa. É facinho, só ir lá e meter.

...O negócio é andar entre os loucos, os canalhas, os fora-dessa-realidade-mesquinha, porque de realidade e projetos pé-no-chão eu já tive o suficiente.... - Então tá garota, só não quero te ver reclamar de homem JAMAIS.

E acho que chega pois o blog me deu nojo. Bando de putas. Sexo casual o caralho, se toda vez que uma mulher tiver um tesão for dar, é porque é vagabunda. Faça como os seres normais e vá bater uma siririca. Se respeite porra.
Mulheres... sempre fazendo merda. Caro irmão, da próxima vez vá você cuidar de sua montaria. Se deixar na mão delas são capazes de entortar a armadura para terem um reflexo onde possam retocar a maquiagem. Uma tristeza.

E que a ira do limbo se jogue sobre os que macularam sua montaria. Que morram uma morte longa e dolorosa.

A minha futura princesa, Julinha, continua carregando o 4 Calcinhas nas costas, sozinha. Ela é gata. Ainda vou desembainhar meu sabre para ela. Mesmo assim, ó nobres princesas, minha busca continua. Procuro uma bela jovem para desposar. E uma outra mais bela ainda para amante. Mas vejam bem, BELA, NOBRE e nada de PIRANHAS. Inscrições aqui: blogdatavola@bol.com.br

domingo, setembro 01, 2002

Gostaria de registrar aqui a minha revolta com os seres do sexo feminino pertencentes à minha família que se julgam inteligentes, e compram 4 rodas de liga leve para um carro de luxo ao invés de instalar um alarme no carro. Graças a elas, o carro foi arrombado novamente, e é claro, em minha mãos. Que Allah arranque suas pálpebras e de uma vez por todas abra seus olhos cegos. Sério.

sexta-feira, agosto 30, 2002

Há tempos em que nossas vidas não passam de um deserto silencioso....nada a relatar; os ventos do Sul estão calados, e as tempestades do Norte nada trazem, a não ser frio e escuridão....


Ainda assim, manterei vigília. O tempo há de mudar.
O Post do irmão herege sumiu!!!

Forças demoníacas do limbo agem sobre esse blog e impedem seu poder.

Piranhas da Web

Essa é piranha: Mily

A prova está em quase todos os posts do seu blog. Metida a caçadora, é a verdadeira boca do esgoto. O que passar é agarrado. Tão vagabunda que aceitou o que ela chama de ataque duplo de um mané qualquer. O ápice de sua carreira será quando tirar a virgindade de metade de uma turma qualquer de estudantes de engenharia nerds de óculos fãs de dragonball Z num gang-bang. Outra nerd de mIRC que usa aquela linguagem escrota pra escrever, parece uma débil mental.

Além de tudo, a safada fala como se fosse uma santinha, e tem até um letreiro voador hiper mala com os dizeres: Purinha. QUE PORRA!?!?! Purinha? Vai tomar no teu cú sua débil. Tu és uma vagabunda, isso sim. Uma fácil escrota.

O dia que essa retardada reclamar de homem que caia um raio em sua cabeça e que se cumprimete o cara. Só fez sua obrigação. .

terça-feira, agosto 20, 2002

Essa é a série PIRANHAS DA WEB

Essa é piranha: Paula Racy, A.K.A. Bia

Essa é a prova: "Eu fui pra festa da achiropita, pq eu queria pq eu queria beijar aí eu e a Fernanda ficamos lá moh tempo andando de um lado pro outro atraz dos bonitinhos... "

Considerações: Essa é o projeto da futura piranha. A que irá para festas Ladies First, vão berrar "Queremos homem" e quando abrirem as portas irá catar um de nós, que fará o serviço e pegará o telefone para nunca mais ligar. E vai dizer pra galera que comeu uma vagaba lá no fim de semana que foi mó engraçado. Da próxima vez, ô sua sem noção, faça uso correto dos acentos, ok? E não use essa linguagem nerd: Moh, pq... além de safada é ignorante e nerds.
Maconha no almoço, maconha no jantar, maconha está virando produto alimentar.

Como existem gatinhas blogueiras. Caramba, está cheio. Mas como tem vagabunda blogando também. A quantidade de piranhas que não se dão o devido respeito é algo de assustador. Eu sou muito fã da Penélope Nova, apresentadora da MTV. Ela falou em uma entrevista que quando fica com tesão, não sai dando pra qualquer um, vai pra casa, pega um vibrador e bate umazinha. E só dá para quem merece.

Depois, essas mesmas piranhas reclamam dos homens em seus blogs. Se perguntam porque eles não querem nada sério, porque não ligaram, porque evitam um relacionamento com elas.

Porque vocês, ó caras vagabas, viraram MULHER PRA CRUZAR. Bem diferente da mulher pra casar. Vocês servem para divertimento no fim de semana, feriados e outros momentos de ócio em que bate um tesãozinho. Namorar uma piranha, no mundo masculino, é pedir para ser zoado.

E não me venham com papino MEIA BOCA de que isso é machismo. Isso é realismo. Ninguém quer comprar carro rodado, quer? Porque ia querer mulher rodada?

Respota: Só pra dar uma voltinha. E chega.

terça-feira, agosto 13, 2002

Perdido na tempestade de areia, porém eternamente alerta, o tuaregue une-se ao irmão (infiel, porém irmão de causa) para desmascarar as vis bruxas deste mundo....
Que o sopro divino de Allah leve para o fim do mundo a maldita conexão que sumiu com meu post ...

segunda-feira, agosto 12, 2002

Minha motivação para a lei abaixo:

Alô piranhas blogueiras, o passado de você as condena. Se vocês acham moral dar para um cidadão e contar no blog no dia seguinte, well, guess again. O passado de vocês ainda irá bater em suas portas.

Quer dizer, se quiserem um merda qualquer, não fará diferença. Agora, se quiser um cara do meu naipe... complica.

Quem olhas torto hoje te olhará torto amanhã.

E tenho dito.
A Lei de Walker-Kodak

Minha teoria tem, como todas as outras, um preceito básico em que se firmar. Diria, mais ainda, tem um tripé:
1) O Princípio do Saber Coletivo
2) O Efeito Escada / Efeito Cadastro
3) O Princípio da Igualidade Pretérita

E antes de mais nada, que fiquem claras as diferenças da mente masculina e da feminina. E que fique claro que a mente masculina é sim, retrógrada e inflexível. Não importa o que falemos conscientemente. No inconsciente, fomos criados para procurar um standart de comportamento feminino que se assemelha a nossas mães. Sendo minha mãe uma santa, vocês fazem idéia do que estou falando. Não me culpem, culpem a sociedade. Essa faceta de TODOS os homens é incutida desde pequenos, não é algo que possa ser mudado. Incutido até mesmo por vocês, mulheres. E não me venham dizer que não. Até tentamos não seguir tal padrão, porém são conceitos inconscientes sobre os quais nosso ego tem pouco acesso. Assim, um filme queimado (Kodak) irá ser de repercussão aguda.

O PRINCÍPIO DO SABER COLETIVO
"Todos os teus podres, todas as tuas merdas, tudo o que te condena é de sapiência do universo que te cerca".
Esse princípio reza que, não importa o quanto você tente esconder uma passagem sórdida de sua existência, sempre haverá uma pessoa que a conheça. A própria natureza humana se encarrega de não deixar esse princípio ser ferido: sempre depois de fazer uma besteira vem uma vontade de contar para a melhor amiga. Assim, sempre haverá alguém que conhece teu passado negro. Não só o conhecerá, como irá passá-lo para seu universo mais próximo. Assim, essa pessoa, mesmo que você implore para que ela não conte e ela jure que sim, irá contar o ocorrido para o melhor amigo(a), namorado(a), irmã(o) e outros cujo laço de proximidade seja intenso. No mínimo.
Esse é o princípio que menos parece importar para muitas. Há quem apregoe seus momentos negros como se fosse um troféu. Mas quer saber? Ninguém aqui vai ter 20 e poucos para sempre. É o princípio de Bamerindus: "O tempo passa, o tempo voa, mas nem tudo continuará numa boa" No caso era só a poupança Bamerindus que continuava numa boa, mas nem ela suportou, sendo este banco vendido anos atrás. Então, pense bem em ficar falando o que fez na última festa. Vocês até podem achar que não damos a mínima, que somos liberais. Guess again...

O EFEITO ESCADA / O EFEITO CADASTRO
Dois efeitos distintos, produzindo a mesma reação de acordo com o portador da informação.
"O modo mais rápido de elevar-se é derrubando as outras. Na posse de informação, uma usará dessa para diminuir-lhe e subir sobre você para obter vantagens.
"O Amigo sempre zela pelo bem de seu igual como se irmão lhe fosse, a ele oferecendo qualquer informação quando este tem necessidade, ou o primeiro julgá-lo em situação embaraçosa ou de perigo"
Comecemos pelo primeiro: todo mundo sabe que mulheres entre si não se entendem. Sempre há um que de conspiração e inveja, entre mulheres. Assim, uma não hesitará em liberar informação quando esta achar que a atitude pode trazer alguma vantagem. O lucro obtido varia muito, mas o que importa é que ela não irá pensar duas vezes, usando você como escada para "subir". Existem técnicas de retórica muito simples que podem levar uma a soltar informações sobre qualquer que seja a pessoa.
O Cadastro é a versão masculina, porém calcada na lealdade entre amigos, ao invés de obtenção de uma vantagem. O Amigo é um ser que se identifica com o sujeito da teoria, convive com este a tempo, já levaram muitos cortes juntos e sofreram juntos pelo objeto, garota em geral. Sempre que o amigo solicitar é implícito em uma amizade com vínculos mais fortes, este lhe passará o Cadastro, portando toda e qualquer informação sobre o passado e presente da pessoa em questão. Essa atitude faz parte de um mecanismo de defesa, tendo em vista a fragilidade do homem perante a incompreensibilidade da mente feminina. Descobrindo-se acuado mediante seu desconhecimento dos verdadeiros objetivos de uma mulher, ele descobre os seus também acuados. E nasce o PRINCÍPIO DA AJUDA MÚTUA ("os homens tem que se ajudar", a famosa brodagem). No caso de aplicado a troca de informações conprometedoras, o chamado cadastro, toma o nome da teoria supra citada.

Aqui entra o PRINCÍPIO DA IDENTIFICAÇÃO MATERNA, explicado no primeiro parágrafo de texto, mas que é de conhecimento geral.

O PRINCÍPIO DA REJEIÇÃO DO INDESEJÁVEL
"O grau de rejeição/aceitação depende única e exclusivamente do cadastro, estando desvinculado da impressão inicial e dos sentimentos iniciais. O conteúdo pretérito julgará o valor que uma possui perante seus olhos, obedecendo limiar variável; ultrapassado este, perde-se o respeito e fecha-se qualquer canal de sentimento. O que não lhe parecer digno será rejeitado."
Podemos resumir a premissa no ditado popular: teu passado te condena. Um jamais irá chamar de sua uma mulher que não lhe inspire o devido respeito. Que fique claro que a construção da imagem pode ser abalada tardiamente, sendo portanto comum a ocorrência de perda repentina do respeito. O que não se respeita não se gosta, quanto mais se ama, logo, o único sentimento que uma com passado sujo seria capaz de inspirar em um com ego sintônico seria o vazio.
A sabedoria popular adaptou este princípio, criando categorias, de mulher para cruzar e para casar.

Assim, é esperado de homens cujo passado seja de valor e digno, que não aceitem mulheres cujo passado seja indingno. Desses espera-se que procurem mulheres com o perfil que julguem adequado a suas próprias características. Já da mulher com passado manchado, espera-se nada mais que a manutenção deste conjunto de atos por tempo determinado. A certa altura, muitas vezes mais tarde que outras, buscará um companheiro (O princípio da Guinada do Universo reza que uma irá procurar companheiro para compromisso de longo prazo assim que 1) sua vontade assim se manifestar ou 2) Seu universo próximo, composto de irmãs e amigas, encontrar-se próximo de comprometer-se, vendo-se a mulher subitamente sozinha.

Obedecendo a Lei de Walker-Kodak, esta de passado sórdido tenderá a rejeição, quando o homem estiver de ciência de seus atos. O famoso Você colhe o que planta. A tendência é que o homem entre em dualidade, ficando indeciso: Sabe-se tratar de mulher de pouco valor, porém há que se satisfazer os desejos. Assim, estabelece-se uma das razões para o comportamente masculino: Usa-se a mulher como objeto de descarga de desejo, largando-a o saciá-lo, por inoperância total de qualquer canal afetivo, mediado pelo passado da mesma. Tendo-se em mente os preceitos 1 e 2, a possibilidade de inconsciencia por parte do homem, do passado de uma, será remota.

Há, para a de passado indigno, a chance de encontrar o Otário. Este é um espécime masculino com auto-estima baixa, tendo portanto um limiar muito baixo para o conteúdo pretérito, sendo tudo para ele de valor. Não passa de uma farsa de ego para satisfazer uma deficiência do Otário. Este necessita da movimentação dos canais afetivos, não importando o destino da afetividade, porém somente o fluxo afetivo em si. A saciedade dos desejos lhe será secundária, primando pelo despejo de afetividade, encontrado um alvo feminino qualquer que o seja. Estes escondem-se sob as mais diversas carapuças, não devendo ser confundido com o otário clássico, com défcit de inteligência nervosa ou psicológica. O caso clássico é o do indivíduo dito Canalha, Cafajeste, que movido pelo desejo, tem fraca necessidade de obter um ponto de canalização afetiva, a fim de satisfazer primariamente necessidades sociais e egocêntricas. A mulher tem papel de objeto social e de ostentação, não sendo mais que isso.

O Otário de Walker, assim chamado o indivíduo da descrição acima, será o recurso encontrado pela de passado maculado para que possa finalmente achar seu companheiro. Sendo este desprovido de apreço pela afetividade para com ela (a fetividade existe, porém não tem valor algum), espera-se para esta uma existência futura embebida em ruína, consciente ou não.

quarta-feira, julho 31, 2002

Foi só eu postar que a Julinha MacPhisto era minha princesa favorita, o blog foi tirado do ar. Maldito seja o Limbo, que nos persegue incessantemente e retira o blog de princesas do ar. Usaram um feitiço um tal Bandwidth Limit Exceeded... Terei que combatê-lo com minha lança magistral!

A procura por novos blogs povoados de dragões continua. Por hora contentem-se com este grande atentado à humanidade e tudio que ela tem de bom: http>//kurteneylove.weblogger.com.br . Para começo de conversa, não é Kurtney, é Courtney Love. E a Dragão que o habita é simplesmente absurdo. O seu típico "Vagabunda metida a Santa".

sexta-feira, julho 26, 2002

Apóie este cavaleiro em sua jornada: Quero pegar a Júlia MacPhisto do 4 calcinhas. Ela é GATA, e vai sentir o poder da minha lança.
Mulheres são bichos estranhos. Estava lendo um blog de duas titias, o Papo Calcinha.
Impressionante como essas garotas mudam de opinião tão rápido. Numa semana um é o amor da vida delas, em outra ele já dançou e é outro. Não sei qual o problema delas, se são indecisas ou umas piranhas mesmo. Uma delas tem a coragem de dizer que deu um tempo com um cara em um dia e já estava fodendo outro no dia seguinte. E o figura do tempo ligou com ela na boca na botija do estepe. É ou não uma PERVA?

Seguinte meninas: parem de achar que existe o homem ideal pra vocês. Continuem pensando assim e ficarão para a titia, que nem essas duas. Se gostam de alguém, arregacem as manguinhas e vamos trabalhar pra fazer funcionar. Já encheu o saco ficar aturando reclamação de mulher, de vagabunda esse mundo tá cheio e se rodar a fila anda.

quinta-feira, julho 25, 2002

E dos campos sombrios vieram os raios de luz...

Eram vistos os cavaleiros do valor, cavalgando seus corcéis brancos em meio à imundície e desvirtuação, a brandir suas espadas contra os dragões e as bruxas.

Aqui nasce uma era de correção e fortitude do espírito.

Tremei, criaturas das trevas. Os cavaleiros de bem e valor hão de perseguí-los até o fim dos dias.